O Rastro de Cthulhu: Vai atrasar, mas só um pouco

A editora RetroPunk Game Design informou que a distribuição dos exemplares já vendidos de O Rastro de Cthulhu para os consumidores e lojas irá sofrer atraso em razão de alguns problemas surgidos ao longo da produção do livro.

Em um ótimo texto a editora comunicou que ocorrerá o atraso na entrega dos livros já vendidos em razão, Guilherme Moraes, editor, explicou os motivos:

O atraso do Rastro começou com a revisão de tradução que, devido ao texto ser difícil, demorou mais que o esperado, entrando no mês de novembro e com isso, causando um efeito dominó (com o atraso na revisão, atrasou a edição, o que atrasou o envio para a gráfica – o material foi enviado dia 16/11 como já mencionado em emails anteriores, site e twitter). Porém, nenhuma gráfica, pelo menos as que prezam pela qualidade em seu trabalho, “roda” um produto sem criar um boneco (para aqueles que não sabem, um boneco é um versão impressa de como ficará o livro, normalmente, a única coisa que pode mudar em relação ao produto final é a gramatura do papel) e o que deveria levar dois dias para ser entregue, levou uma semana (chegou as nossas mãos no dia de ontem – 23/11/2010).

O boneco (ou versão de teste do livro) está sendo avaliado quando a possíveis erros que possam ter passado na revisão, diagramação e na própria impressão do livro e deverá ser entregue para a gráfica amanhã (dia 25/11), para na sexta-feira (dia 26/11) ser impresso finalmente. A gráfica deverá terminar a impressão dos livros e efetuar a entrega dos mesmos no prazo entre 10 e 15 dias, portanto, teremos um lançamento oficial próximo ao Natal.

Alguns detalhes interessantes sobre o livro é que ele seguirá a nova norma gramatical, portanto, caso encontrem algo escrito de forma esquisita procurem um dicionário recente; diferentemente da versão norte-americana, a capa de O Rastro de Cthulhu será fosca; no boneco (versão de teste do livro) a gramatura do papel é mais fina do que a ser utilizada na versão final do livro, que por isto será mais grosso e a editora divulgou um vídeo em que o boneco aparece, para baixá-lo clique aqui.

Mas o mais interessante disto tudo é que a RetroPunk enviou um e-mail para cada um dos que compraram o livro na fase de pré-venda explicando os motivos da o atraso e pedindo desculpas pelo mesmo, além de divulgar em seu site de forma clara e transparente. Isto sim é um exemplo de respeito pelos clientes, que deve ser seguido pelas demais editoras do mercado, já que não faz mal algum dizer a verdade.

Autor: Minas Morgul

Começou a jogar RPG em 2000, conhece bem vários sistemas, mas prefere jogos e cenários de fantasia medieval. Desde criança joga board games, sendo que recentemente retomou este prática, mas gosta mesmo de jogos de cartas. Curte video games, mas possui pouco tempo para jogar.

Compartilhar o post em

Deixe uma resposta